Eu gosto tanto do Nietzsche…

Ele facilita tanto a minha vida.
Não preciso ser racional, bastar ouvir meu corpo, meus feelings, minhas emoções, sentimentos, instintos, e seguir dai adiante.
Não preciso me preocupar com o leitor. Basta que eu entenda e fique satisfeito com o que escrevo. Nada de gramática, letra bonita ou referências.
Não preciso ter sequência, sentido, history-line… basta ir falando, escrevendo e pronto.
Se a consciência é só uma lanterna iluminando o oceano do inconsciente, então porque me importar tanto em organizá-la e dar sentido ao que não tem? Basta escrever aqui e pronto. Foda-se o resto.
Assim não preciso ficar horas e horas pensando no que escrever, quais palavras, como organizar as ideias, como ser claro, objetivo ou argumentativo. Foda-se tudo isso, só escrevo e pronto.
Quando eu quero, como eu quero, sobre o que eu quero. Sem datas, explicações, sequência… Só retratos da minha consciência, um após o outro.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s