Davi

Ei davi, ai dentro ma, negócio de texto, massa era no tempo que a gente saia por aí, a pé ou de ônibus, cagando o pau, tocando violão, frescando com todo mundo, muita coisa boa, show de bola.

Saudades de tu meu camarada! Muito tempo sem se ver, mas a coisas boas acontecem assim, sem escolha, vamos vivendo e aprendendo, com o tempo a vida nos mostra que mais importante não é o que você faz, mas como você faz.

A verdadeiro valor da amizade não está em ter os amigos sempre por perto, está em saber deixar o amigo ir. Está em saber dizer adeus com o coração livre e alegrar-se com a jornada do outro, sabendo que é o melhor e que não se faz necessária a presença para ficar juntos.
Os verdadeiros irmãos já se conhecem a muito tempo e fatores menores como distância não os influenciam de mais.

Eu me lembro bem do teu primeiro porre, quando tu tomou 1 ml de licor e se mijou todo. E como esquecer da primeira vez que fomos comprar uma revista pornô? O medo, a angústia, o frio na barriga… parecia que estávamos cometendo um crime, um pecado, que do nada ia surgir a polícia e prender a gente. E as vezes que descemos de traseira no ônibus? Sempre uma aventura, o mesmo frio na barriga e medo dar errado, mas quando descíamos parecia que o mundo era nosso e podíamos fazer qualquer coisa. A sensação era de que havíamos hackeado o sistema, burlado o mundo…
As besteiras que a gente fazia no shopping, ficávamos só rodando e frescando, todos mal vestidos, nos farrapos.
No dia em que compusemos a canção Dry Wall enquanto caminhávamos em direção à praia, causando tumulto pela rua, fazendo barulho, andando como ninguém mais faz.
No dia em que fomos de bike até o Iguatz só pra ir mesmo, dar uma voltinha e voltar. Melhores momentos.
São essas pequenas coisas que marcam a nossa vida. Que dão sentido ao caos. Nos momentos difíceis é só lembrar dessas aventuras do cotidiano que vamos entender que a vida é muito mais simples do que ela parece.

A graça está em conhecer alguém que junto de você consegue encontrar essa simplicidade.
Eu sei que nós estamos crescendo e virando adultos, temos que lidar cada dia com coisas mais chatas e burocráticas, o mundo espera de nós seriedade e responsabilidade, mas espero nunca nos esquecermos nem nós envergonharmos da criança que existe dentro de nós, dos moleques que nós somos por dentro, da bobagem que gostamos, pois isso que faz a gente feliz.

Só pra fechar, quero dizer que você é meu brother e sempre será meu brother, independente de onde estivermos, do que fizermos, continuaremos unidos em nossas mentes, com a certeza de que vamos nos garantir, porque os brother of metal são foda!

Heil Bruder!

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s